home sobre | about LEVA contato | contact

Clique na imagem para ampliar

Verdades e Ficções sobre um Corpo Incoletivo

Instalação - vídeo de 9'10" e desenhos com dimensões variáveis - 2010

 

Se pudéssemos traçar um grande mapa com linhas abstratas feitas a partir da experiência física de andar pela cidade, que desenho essas linhas formariam? E se estivéssemos a bordo de um ônibus municipal que trafega diariamente entre o centro e as periferias levando seus trabalhadores, será que desta forma sentiríamos o verdadeiro corpo da cidade? Quais formas essa experiência formaria? Filamentos emaranhados, embaraçados, linhas lisas e desimpedias, espaçadas e tremidas? Não podemos prever ao certo seu desenho, mas podemos afirmar que elas representariam a metáfora da própria cidade. A construção desta malha conceitual é uma maneira de sentir a cidade, passear por suas veias. É conhecê-la não só com os olhos, mas com o corpo todo.

AÇÃO PERFORMÁTICA DO VÍDEO

Durante alguns meses de 2010, no trajeto de ônibus entre o meu trabalho e a Universidade (SP-Guarulhos), que durava aproximadamente duas horas, eu sentava nos últimos bancos segurando levemente uma caneta sobre folha de papel em branco para que o balançar do trajeto desenhasse as linhas